Por José Carlos Araújo

José Ferreira, 44 anos foi preso no sábado, (31/07) após ser denunciado pelo secretário municipal de meio de ambiente de Sinop, Rogério Rodrigues, por realizar queimada em uma fazenda da região.

É que ficou constatado que o agricultor não efetuou a queimada de forma legal, ou seja, sem a autorização devida do IBAMA e da secretária.

Durante a denuncia a Polícia Civil foi informada que José Ferreira foi responsável pela queimada que atingiu também outras duas fazendas na mesma região (Gleba Mercedes – 89 quilômetros) de Sinop, norte de Mato Grosso. O crime prevê multa e reclusão de (3) a (6) anos de reclusão.

Dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE em junho apontam que o Mato Grosso continuam liderando as queimadas detectadas por satélites há dois anos e meio. São mais de 45 mil focos no estado.

Sinop teria reduzido em apenas (1) ano os focos em quase 90% segundo INPE, e este ano já queimou mais de 500% em relação aos números apresentados pelo órgão no ano passado.

Por aqui os focos são comuns nas áreas rurais, sendo que, quase todos os dias se registram o crime em locais diferentes. O pior é que ninguém foi ou esta preso, pois na maioria dos casos os responsáveis nunca são identificados pelos fiscais da secretarias ou donos de áreas.