Foto ilustrativa

Por José Carlos Araújo

Nem tudo o que queremos ou pensamos, é aquilo que pensam ou querem as outras pessoas. Na atual circunstância precisamos e devemos estar preparados para responder sobre nós.

Um grande exemplo desse mito, medo de falar de nós mesmos, esta nas entrevistas quando procuramos um novo emprego.

Geralmente a tradicional pergunta vem sempre à frente. Fale-me de você mesmo? Em seguida somos obrigados a provar porque devemos ser contratados. A sabatina tem ainda os tradicionais momentos de nervosismo. É nesse instante que nos perdemos. Faltam-nos palavras, firmeza naquilo que pretendemos propor ao empregador, e principalmente nos falta um bom argumento. Argumento quem sabe, que pode nos garantir o tão sonhado emprego.

Isso nos envia a uma reflexão sobre nós mesmos. Somos aquilo que pensamos ser? Estamos prontos a enfrentar tudo aquilo que as pessoas nos propõem? Com quem vamos falar nos próximos instantes?

Eu, estou pronto pra enfrentar o mundo atual com tantas novidades e mudanças tecnológicas ou intelectuais?

Reflita e aprenda a viver sabendo dar importância de cada ser humano que encontramos a cada segundo da nossa vida. Faça do trabalho, da sua família, das pessoas nas ruas fatores importantes para nosso aprendizado natural.

Foto ilustrativa