Por José Carlos Araújo

Sinop, esta localizado ao norte de Mato Grosso (420 quilômetros) de Cuiabá, e atualmente é apontada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas – IBGE como a quarta maior cidade do estado, também o quarto maior colégio eleitoral com aproximadamente 80 mil eleitores.

Como toda cidade grande tem seus problemas, por aqui se vê de tudo um pouco desde o tráfico de drogas, até as mais importantes operações efetuadas pela Polícia Federal, como a famosa e destruidora Operação Curupira há cinco anos. A mesma causou prejuízos como desemprego e o fechamento de centenas de madeireiras que embora causasse o tal desemprego, trabalhavam na malha fina da polícia.

Milhares de metros cúbicos de madeiras sem notas e extraídas de forma ilegal foram subtraídas dos pátios, evitando que empresários – boa parte deles presos, comercializassem seus produtos sem o devido imposto.

Ao mesmo tempo outras operações logo foram desenvolvidas como a “Arco de Fogo” também da PF que multaram empresários, e novamente e prendeu muitos deles por extraírem madeira de maneira ilícita, além de crimes como formação de quadrilha e crimes contra o fisco.

Assim sendo, agora uma nova modalidade de crime vem se destacando nos principais veículos de comunicação local, como por exemplo, brigas entre alunos das escolas local e o tráfico de drogas dentro das instituições.

E quando digo Sinop, terra de tudo um pouco, sem dúvida são, os inúmeros fatores que me proporcionam tal inspiração.